segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Holga

Holga era a mulher mais linda do bairro,com seus lindos olhos feitos de lentes de plástico,o mundo era sempre saturado e colorido para ela.A luz do sol entrava difusa e loucamente se espalhava em sua mente,era lindo de se ver.As cores emanavam de seus olhos,se espalhavam pela rua e então o mundo inteiro parecia mais bonito, cada detalhe se tornava um universo único.
Ver o mundo através dos olhos dela era como se me transportassem para uma outra galáxia,meu mundo  passou a ser o mundo dela e tudo que se passava pelos olhos de Holga se passava pelos meus,então nos tornamos um só,uno e único.Foi então que me transformei no mundo absurdo e difuso de Holga. Um amor tão grande tomou conta de mim...
Holga foi e sempre será a mais linda do bairro,o meu grande amor.






Um comentário:

  1. Vagando nessas tantas ruas virtuais, encontrei tua porta de amante das Letras aberta - e entrei. Devo anunciar-me como um desses que diz "Oi, de casa! Trago aqui em minhas mãos a chave para dias melhores: escrevo e vendo livros!". Assim, venho te convidar para visitar o meu blog e conhecer as sinopses de meus romances, a forma de adquiri-los e, posteriormente, discuti-los. Três deles estão disponíveis inclusive para serem baixados “de grátis”, em formato PDF.
    Um grande abraço literário,

    João Bosco Maia

    ResponderExcluir