sexta-feira, 1 de abril de 2011

Curvar-se

Hojeacordei sentindo um pouco de dor. Daquelas que te fazem encolher até se transformar em um casulo, me enrolei em torno de mim mesma até encontrar uma posição confortavel, na ansia de amenisar aquela pontada aguda de dentro do meu estômago, dentro do meu peito,dentro do meu ser. Após tanto me encolher finalmente encontrei um pouco de conforto,então naquele conforto fiquei.
- Talvez eu devesse pensar em algo bonito e ameno... -Disse para mim mesma.
Pensei no mar, pensei na areia, nos meus pés fincados nela e aquele som das ondas. Senti um pouco do sol e um pouco do vento batendo, quando tudo parecia estar melhorando ela vinha,a dor. Pronto! Um pontada bem na boca do estômago, um soco dentro de mim. Depois subia e parava no coração,ele parecia acelerar,então o meu ser por inteiro entrava em um estado letárgico, imersa naquela dor... Nem se quisesse conseguiria mudar de posição, me esticar, ou me levantar quem sabe. Queria me levantar, mas então pensava na dor e pensava no por quê de levantar,nenhum motivo me  vinha à cabeça...

Um comentário:

  1. adorei os textos (:
    já segui, se poderes segue-me também
    Obrigadaa

    ResponderExcluir